Home | Municipios | Ponte da Barca implementa o projeto Fronteira Segura
Ponte da Barca implementa o projeto Fronteira Segura
Ponte da Barca implementa o projeto Fronteira Segura

Ponte da Barca implementa o projeto Fronteira Segura

Ponte da Barca desenvolveu o projeto “Fronteira Segura”, que visa apoiar a Guarda Nacional Republicana, na missão de vigilância e controlo do posto fronteiriço da Madalena, no Lindoso. Este projeto que está preparado para ser implementado, visa impedir a violação da fronteira encerrada e o combate à propagação da pandemia COVID-19.

Este projeto da Câmara Municipal, que está ligado à GNR, é composto por um sistema de segurança integrado, ex: videovigilância, deteção de intrusão e sistema de intervenção de voz no local, permitindo a vigilância e o controlo remoto naquele posto fronteiriço, libertando recursos humanos para outras ocorrências no concelho.

Com o encerramento de todas as fronteiras terrestres com Espanha, por decisão governamental, com a exceção dos nove “Pontos de Passagem Autorizados”, a fronteira da Madalena, em Lindoso, não está incluida, sendo por isso interdita a circulação pedonal e rodoviária.

Tendo-se verificada a violação do encerramento daquela fronteira, contribuindo para o sentimento de insegurança da população, a Câmara Municipal de Ponte da Barca, depois de reforçar a barreira de betão, tomou a iniciativa de apresentar esta proposta de colaboração com a Guarda Nacional Republicana, que foi imediatamente acolhida por aquela força de segurança pública.

Para Augusto Marinho, o Presidente da Camara Municipal de Ponte da Barca: “Esta medida visa reforçar a confiança da população nas medidas adotadas pelo município para combater a propagação do COVID-19 no concelho de Ponte da Barca, que até este momento conta com um caso positivo, desde o início da pandemia”.

O projeto “Fronteira Segura”, cujos custos são integralmente suportados pela autarquia foi desenvolvido em parceria com uma empresa de Segurança Privada, e já está, neste momento, em condições de ser implementada, aguardando apenas avaliação final por parte da GNR e validação da Comissão Nacional de Proteção de Dados.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.