Turismo do Algarve e ARS previnem impacto do COVID 19

Turismo do Algarve e ARS previnem impacto do COVID 19

A propósito do COVID 19, que está a afetar todos os continentes e regiões, Portugal incluído, a Região de Turismo do Algarve e ARS divulgaram um comunicado conjunto, sobre uma iniciativa que visa prevenir o risco e impacto deste coronavirus no Algarve.

Apesar de não ter sido confirmado nenhum caso de pessoas infetadas com o novo coronavírus (COVID-19) no Algarve, até às 13 horas desta sexta-feira, dia 06, e encontrando-se o grau de risco em constante avaliação pelas entidades competentes, a Administração Regional de Saúde do Algarve (ARS Algarve) e a Região de Turismo do Algarve (RTA) têm vindo a acompanhar a evolução deste fenómeno em estreita articulação, dando sequência às orientações da Direção-Geral da Saúde.

Assim, os presidentes da RTA, João Fernandes, e da ARS Algarve, Paulo Morgado, entenderam fundamental reunir com as associações representativas do setor do Turismo para informar sobre a evolução da epidemia, esclarecer sobre as respostas de saúde disponíveis e estabelecer procedimentos para a prevenção e controle de infeção nas empresas.

Estiveram representadas a Associação Turismo do Algarve (ATA), Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), Associação dos Industriais Hoteleiros e Similares do Algarve (AIHSA), Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), Associação Empresarial da Região do Algarve (NERA), Aeroporto de Faro, Associação Mundial de Turismo de Saúde e Bem-Estar (AMTSBE), Rota Vicentina e Associação Portuguesa de Portos de Recreio (APPR).

As entidades públicas e privadas têm um papel fundamental a desempenhar na proteção da saúde e na segurança de residentes e visitantes, pelo que a estreita cooperação entre o Estado e as empresas é crucial na limitação de eventuais impactos negativos sobre a sociedade e a economia.

Nesse sentido, foram recolhidos os contributos destas associações sobre as principais preocupações e necessidades apuradas junto dos respetivos associados, tendo igualmente sido avaliado o grau de implementação dos planos de contingência ao nível das empresas. De igual modo, o presidente da ARS Algarve disponibilizou-se para fazer uma ação de formação dirigida aos diretores de hotel sobre o COVID-19, o que deverá acontecer em breve.

Para o Algarve é essencial garantir que o setor contribua para a contenção do COVID-19, por forma a garantir segurança e minimizar o impacto atual e futuro na operação turística regional.

Recorde-se que a OMS declarou este surto uma Emergência de Saúde Pública de Interesse Internacional e emitiu um conjunto de Recomendações Temporárias, todavia não recomendou nenhuma restrição de viagens ou comércio com base nas informações atualmente disponíveis.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close