AEP – Associação Empresarial de Portugal

AEP reuniu com o Primeiro Ministro António Costa

310

A Direção AEP – Associação Empresarial de Portugal que celebra 167 anos de vida, foi recebida em S. Bento na passada quarta feira (4), pelo Primeiro-Ministro, António Costa.

Nesta audiência realizada a pedido da Associação Empresarial, na qual estiveram presentes, Paulo Nunes de Almeida, Luís Miguel Ribeiro e Angelino Ferreira, respetivamente Presidente, Vice Presidente e Administrador executivo, serviu para levar ao primeiro ministro, os aspetos mais relevantes da atividade associativa e referenciar o conjunto de situações que afetam o bom funcionamento da economia real, potencialmente lesivas da competitividade empresarial, do emprego, da coesão territorial e do desenvolvimento das regiões portuguesas de convergência, nomeadamente o Norte e o Centro, onde se concentra a maioria das empresas exportadoras.

Segundo a nota da AEP, a comitiva da Associação expressou a sua preocupação relativamente ao arrastar do processo de encerramento do QREN e procurarando sensibilizar o Primeiro-Ministro para a necessidade do Governo acelerar a execução do Portugal 2020, em especial no que se refere às empresas.

A capitalização, o financiamento da economia, a redução dos custos de contexto e a atualização e melhoria do Programa Simplex foram outros dos assuntos abordados.

Na parte da audiência dedicada às questões regionais, os dirigentes da AEP reiteraram ao Primeiro-Ministro a sua visão, chamando a atenção para a necessidade de acautelar o interesse nacional e a equidade entre todas as regiões.

Neste contexto, voltaram a defender celeridade nos investimentos previstos para o porto de Leixões, a criação de um verdadeiro o eixo ferroviário Aveiro-Viseu-Vilar Formoso e a valorização do aeroporto Francisco Sá Carneiro pela TAP, com a consequente revisão de opções operacionais lesivas dos interesses das pessoas e das empresas das regiões Norte e Centro.

Relativamente à atividade da AEP, a comitiva informou o Primeiro-Ministro foi informado dos resultados alcançados com o processo de reestruturação, o qual tem tido implicações positivas na redução do passivo e no relançamento da vida associativa. Como resultado, a AEP dinamiza hoje uma série de iniciativas e projetos com reflexos muito positivos no reforço das competências e no alargamento dos horizontes de muitas pequenas e médias empresas portuguesas na economia global, seja na internacionalização, nas feiras e congressos, na formação e no melhor aproveitamento dos fundos comunitários disponíveis até 2020.

Exemplo disso é o projeto Novo Rumo a Norte, de que a AEP é promotora e cuja operacionalização cabe a uma rede colaborativa, com mais seis dezenas de parceiros, que tem vindo a mobilizar o movimento associativo empresarial de uma região com mais de 340 mil empresas e onde estão sediadas 39% das exportadoras portuguesas.

Nesta ocasião, o Primeiro-Ministro foi ainda informado da estratégia de internacionalização da Exponor, que a AEP e os seus parceiros pretendem concretizar em breve.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close