ESCAPARATE DE LIVROS EM 17 DE AGOSTO

237
Da Civilização da Palavra à Civilização da Imagem

Sinopse (Editor: Fim de Século Edições)

 

Vivemos hoje sob o império da imagem. Depois da voz e da escrita, é a imagem que adquire uma inaudita relevância. Ela determina a nossa vida de forma cada vez mais decisiva. Tanto a nossa maneira de ver o mundo como a forma de nele inscrevermos a nossa existência individual e colectiva.

 

Qual o bem fundado desta apreciação? Em que consiste o novo estatuto da imagem, se é que existe? De que modo pensar a herança da escrita no interior da civilização da imagem? Será a imagem apenas um meio de aceder ao conceito, uma mediadora efémera, uma simples e fugaz aparição? Ou, pelo contrário, a imagem é a apresentação sensível de uma ordem que só nela e por ela se dá a ver?

 

Numa época em que parece prevalecer a realidade técnica do artifício, não surpreende que a imagem, sendo quase o seu arquétipo, se tenha tornado um tema inesgotável de estudo, segundo as mais diversas perspectivas de investigação.

 

Os textos reunidos neste volume reflectem a condição de transversalidade e transdisciplinaridade – que é também não-disciplinaridade – a que o discurso teórico sobre as imagens está obrigado.

500 SARDINHAS

Sinopse (Editor: INCM – Imprensa Nacional Casa da Moeda)

A Sardinha resulta da colaboração entre a EGEAC – Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, EM e o ateliê Silvadesigners, sob a direção criativa de Jorge Silva. Foi criada em 2003, granjeando, desde logo, o consenso e aplauso no mundo do design. Porém, fenómeno de rápida expansão, ela é criada e recriada por diversos artistas – designers, artistas plásticos, ilustradores ou artesãos -, oficial ou «clandestinamente», materializando-se em objetos diversos e atingindo o estatuto de um ícone.

 

Em 2010 a EGEAC promove o primeiro concurso internacional de design da imagem da Sardinha, a que já se sucederam outras duas edições, com respostas sempre em números multiplicados de ano para ano.

 

A edição de 2013, ano do 10º aniversário da Sardinha, contou com mais de seis mil propostas, de onde saíram dez vencedores, de nacionalidades diversas. Esta é uma edição comemorativa dos 10 anos da Sardinha enquanto elemento identificador das Festas de Lisboa, que, para além das dez vencedoras, apresenta uma seleção de 500 dentre todos os projetos concorrentes nos três anos de concurso e nas várias campanhas de comunicação das Festas de Lisboa.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close