Hortícolas Casal da Avó instala-se na Cloud com Windows Azure

202

A Hortícolas Casal da Avó escolheu a tecnologia Windows Azure da Microsoft, para incrementar a gestão do negócio, a autonomia e capacidade competitiva da empresa.

Alojar toda a informação da empresa na cloud, tornando-a acessível em tempo real, a partir de qualquer dispositivo e em qualquer parte do mundo, definia a necessidade da entrada da empresa na cloud.

A par disto, a necessidade de assegurar níveis superiores de segurança da informação, que permitissem um maior controlo e gestão da contabilidade e faturação dos clientes, mas também dos recursos alocados à produção.

A integração da tecnologia Windows Azure, através da utilização do Gesnet numa máquina virtual Linux, permitiu consolidar o controlo de toda a informação, desde a produção dos campos agrícolas até ao comprador final, dando à Hortícolas Casal da Avó, uma visão integral de todo o negócio e aumentando a sua capacidade de intervenção ao longo do processo.

De acordo com Rui Martins, Responsável pela Milestone Consulting, parceiro estratégico da Microsoft “A transição para a cloud foi um processo simples e rápido que passou pela eliminação do único computador local onde toda a informação estava alojada, e posterior integração e centralização da informação numa infraestrutura profissional, geridos por profissionais. Foi, sem dúvida, um importante passo tecnológico em frente que impactou de de forma positiva o negócio da Hortícolas Casal da Avó, que tem hoje uma capacidade superior de gerir toda a informação e dar resposta ao mercado onde está presente.”

A autonomia do negócio foi outra das grandes conquistas possíveis com a integração da tecnologia Windows Azure, a par da redução dos custos com a atualização do anterior servidor local.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close