Home | Ambiente | 2ª Fase da recolha de resíduos porta a porta em Palmela
2ª Fase da recolha de resíduos porta a porta em Palmela

2ª Fase da recolha de resíduos porta a porta em Palmela

A segunda fase do projeto piloto de recolha de resíduos porta a porta em Palmela, tem início a 6 de Outubro, com a entrega dos contentores pela BioRumo.

O projeto da Câmara Municipal de Palmela em parceria com a Amarsul, que teve início a 20 de julho, na urbanização Vila Serena e no Bairro Lencastre, cobrindo cerca de 300 moradias, no Pinhal Novo. Este método de recolha chega agora ao Bairro Padre Nabeto, em Aires, e à Urbanização Portais da Arrábida, em Quinta do Anjo, abrangendo mais 600 moradias.

Em cada habitação, vão ser entregues três contentores de 120 litros de cores diferentes: cinzento para a deposição de resíduos indiferenciados, amarelo para embalagens plásticas e metálicas e azul para cartão e papel.

O vidro continuará a ser colocado nos vidrões existentes na via pública, para evitar os incómodos causados pelo ruído que a recolha deste resíduo provoca. A recolha de monos e resíduos verdes até ao limite de 1 m3 passará a ser efetuada mediante agendamento telefónico para os serviços da Câmara Municipal.

A recolha é feita à porta das habitações, em dias pré-marcados, sendo um método mais cómodo, pois evita deslocações para a deposição dos resíduos. Ao nível do espaço público, também são notórios os benefícios, pois liberta os passeios para os peões, garantindo melhor acessibilidade a pessoas com mobilidade condicionada ou reduzida. Como os contentores comunitários são retirados da via pública, contribui também para evitar situações incómodas de abandono de resíduos nas ruas.

O investimento municipal, que é significativamente mais elevado que no sistema de recolha comunitária, será compensado pelos benefícios para todas as partes envolvidas: as famílias, o Município e a Amarsul. Prevê-se, depois, o alargamento faseado a outros núcleos urbanos do concelho.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close