MSC Cruzeiros cresceu 12,3% no mercado português em 2015

A MSC Cruzeiros é lider no mercado português

A MSC Cruzeiros anunciou hoje a liderança no mercado português pelo terceiro ano consecutivo desde 2013, com um crescimento de cerca de dois dígitos em 2015.

Eduardo Cabrita, Director Geral da MSC Cruzeiros em Portugal, num comentário à notícia, afirma que “A MSC Cruzeiros é pelo terceiro ano consecutivo líder de mercado em Portugal, foi também considerada a companhia de cruzeiros número um na Europa em 2015 pela primeira vez, e acredito que temos ainda muito potencial para crescer”.

Estamos muito satisfeitos por estarmos a conseguir alcançar os objectivos que tínhamos previstos para este ano e estamos cientes que os próximos anos trazem grandes e inovadores projectos que vão ajudar a despertar os portugueses, cada vez mais, para as vantagens de realizar este tipo de férias e a colocar a MSC Cruzeiros nas primeiras opções de férias dos portugueses”, assegura aquele responsável.

À semelhança do ano passado, os itinerários mais procurados pelos portugueses continuam a ser os do Mediterrâneo, com cerca de 41% do total dos passageiros e o Norte da Europa, comum registo de 31% do total dos passageiros, cruzeiros com saídas e chegadas a Barcelona, Veneza, Kiel ou Copenhaga os mais vendidos.

As saídas e chegadas aos portos nacionais de Lisboa e Funchal, cerca de 20% do total dos passageiros, continuam a ser uma grande aposta da companhia, que apresentou em 2015 uma operação com saída e chegada a Lisboa entre Outubro e Novembro, tendo sido ainda a única companhia a permitir novamente embarques e desembarques na Madeira. Além disso, destinos novos como Cuba e também as típicas Caraíbas ou Abu Dhabi, Dubai e Omã, são cada vez mais procurados pelo seu clima e exotismo.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close