MSC Fantasia desembarcou 21 passageiros em Lisboa

MSC Fantasia desembarcou 21 passageiros em Lisboa

214

O MSC Fantasia que chegou este domingo ao Porto de Lisboa, com 1338 passageiros a bordo, entre os quais vinham 27 portugueses, todos provenientes do Rio de Janeiro, atracou no Cais de Santa Apolónia, autorizado pelo Governo Português.

Este navio que saiu do Rio de Janeiro a 10 de Março para realizar sete escalas em sete cidades, com chegada prevista ao Porto de Génova em Itália, onde se daria o desembarque, foi impedido de ali atracar, devido à gravidade da situação sanitária, que se vive naquele país.

Dos 27 passageiros de nacionalidade portuguesa, só 21 desembarcaram depois de fazerem o teste de despistagem do vírus COVID-19, para entrar em quarentena. Os restantes 1317 passageiros, cidadãos de 38 países, maioritariamente da União Europeia, Reino Unido, Brasil e Austrália, ficaram no navio, a aguardar a conclusão das diligências necessárias para serem repatriados, o que deve acontecer nos próximos dias.

Segundo o Ministério da Administração Interna (MAI), a partir de terça-feira, e depois de verificados todos os procedimentos de autorização por parte da autoridade de saúde, os restantes passageiros desembarcarão, para em trânsito, serem escoltados até ao aeroporto Humberto Delgado, onde embarcarão em voos humanitários de regresso aos seus países de origem.

O estado de emergência que vigora em Portugal, obrigou a uma operação conjunta com várias entidades e forças, para que fossem cumpridas as determinações vigentes, de forma a assegurar a saúde pública. Participaram nesta operação, a Direção Geral dos Assuntos Consulares e das Comunidades Portuguesas, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, a Autoridade Nacional da Aviação Civil, a Direção Geral da Saúde, a Polícia de Segurança Pública, a Polícia Marítima, a Autoridade Tributária e a ANA – Aeroportos de Portugal.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close