Home | Sociedade | Escolas e universidade | Politécnicos lançam plataforma para a internacionalização
Politécnicos lançam plataforma para a internacionalização
Politécnicos lançam plataforma para a internacionalização

Politécnicos lançam plataforma para a internacionalização

Quinze instituições politécnicas uniram-se para criar a plataforma Portugal Polytechnics International Network (PPIN), um projeto liderado pelo Politécnico do Porto que representa um investimento superior a 1,8 milhões de euros, que visa a internacionalização do Ensino Superior Politécnico português.

Dando continuidade à aproximação entre o subsistema politécnico e o tecido empresarial, apoiando-o na sua internacionalização, a PPIN implica o estabelecimento de uma rede presencial do Ensino Superior Politécnico no estrangeiro, disponibilizando um sistema de informações em mercados estratégicos, identificados como prioritários, tais como Angola, Brasil, Cabo Verde, Chile, Colômbia, Marrocos, Moçambique e Perú.

A missão é a partilha de conhecimentos e capacitação sobre os mercados externos que permita, à rede de internacionalização presencial, a informação sobre as necessidades e vontades do tecido empresarial português, apoiado pela excelência do Ensino Superior Politécnico. E, por sua vez, aos membros do CCISP e ao tecido empresarial português, informações sobre os mercados potenciais para o desenvolvimento de projetos nas distintas regiões.

As atividades a desenvolver incluem eventos no âmbito da rede, a participação em eventos internacionais, a realização de encontros nacionais de internacionalização e a recolha, tratamento e análise de informação no âmbito da internacionalização.

Também, como iniciativa inovadora e empreendedora, será estabelecida uma rede de Embaixadores do Ensino Superior Politécnico português, à qual competirá elaborar relatórios de prospeção interna em mercados potenciais para projetos envolvendo os membros do CCISP e o tecido empresarial português.

No âmbito da PPIN serão ainda criados 9 prémios, com um valor de 3.500 euros cada, para reconhecer o incremento presencial do Ensino Superior Politécnico aliado ao tecido empresarial português, em várias regiões do mundo.

Para Pedro Dominguinhos, presidente do CCISP, “este é um projeto determinante na nossa missão de internacionalização do Ensino Superior Politécnico português e capacidade de atração de estudantes estrangeiros. Nos últimos anos, o aumento constante no número de estudantes internacionais tem contribuído de forma vigorosa para a dinamização dos territórios. A maioria das regiões do país são hoje mais dinâmicas, mais qualificadas, com maior capacidade de atração de investimento, porque existem politécnicos nos seus territórios. E é este modelo que queremos replicar em mercados que consideramos prioritários, com benefícios, não apenas económicos, mas também, sociais e culturais”.

A Portugal Polytechnics International Network resulta de uma candidatura ao Sistema de Apoio a Ações Coletivas do Portugal 2020. Integra, como observadoras, todas as Instituições Politécnicas e as Instituições Universitárias que tenham componente politécnica e, como parceiros associados, o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), o Turismo de Portugal, o IAPMEI e dezenas de entidades empresariais.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close