Altice alinhada com a União Europeia (UE) para o 5G

Altice alinhada com a União Europeia (UE) para o 5G

206

Altice Portugal reitera a sua posição de liderança do 5G roadmap em Portugal já iniciado há mais de um ano, preparando-se agora para uma demonstração em ambiente de rede comercial e com terminal pré-comercial 5G, a funcionar na banda dos 3,6 GHz, com recurso a um equipamento 5G da Huawei, que alcançará velocidades na ordem dos 1,5Gbps.

O investimento da Altice Portugal no 5G posicionou-a também para a liderança, através da Altice Labs, do consórcio para a implementação do 5G em Portugal, que beneficia do apoio do COMPETE 2020, consubstanciado num conjunto de fundos comunitários da EU no âmbito do Portugal 2020. Este apoio atribuído a entidades de referência no setor, entre as quais a Altice Portugal, insere-se no Sistema de Incentivos às Empresas, Investigação e Desenvolvimento Tecnológico, Programas Mobilizadores, num movimento de extrema importância para o desenvolvimento estratégico e competitivo de Portugal, o qual a Altice Portugal tem o maior orgulho de poder liderar.

Para Alexandre Fonseca, Presidente Executivo da Altice Portugal, «a liderança deste consórcio é um reconhecimento da capacidade tecnológica e de inovação da Altice Portugal e, ainda, um fortíssimo voto de confiança, que o maior operador de comunicações português transfere para um compromisso ainda maior com o ecossistema de desenvolvimento económico português».

De notar que a GSMA Intelligence estima que o 5G represente mais de 30% do total das ligações móveis na Europa em 2025, com 214 milhões de utilizadores. Uma pesquisa a nível global da Gartner conclui, ainda, que mais de metade das empresas (57%) pretende utilizar o 5G para suportar a comunicação com a Internet of Things (IoT), um dos drivers fundamentais, neste ano de 2018, do investimento em Tecnologias de Informação.

A tecnologia 5G apresenta-se como um novo paradigma nas redes de telecomunicações, ao pretender alargar o seu âmbito de aplicação a casos de uso atualmente suportados por redes privadas e com fios. Para além de maiores débitos (20Gbps) e maior mobilidade (500Km/h), o 5G deverá garantir tempos de resposta menores (latências de 1ms) e permitir um grande número de dispositivos ligados (1 milhão/Km²).

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close