Dakar 2018: Carlos Sousa foi 18º na chegada à Bolívia

Dakar 2018: Carlos Sousa foi 18º na chegada à Bolívia

77

Depois de cinco etapas pródigas em dramas, o sexto dia do Dakar foi relativamente calmo, sendo marcado pela despedida do Peru e a entrada na Bolívia. O português Carlos Sousa, aos comandos do Duster, foi o 18º mais rápido nos 313 quilómetros cronometrados da especial e ascendeu ao 25º lugar da classificação geral. Hoje, (sexta-feira), o Dakar cumpre o tradicional dia de descanso na cidade de La Paz.

“Já na Bolívia, hoje imprimi um ritmo mais forte, sobretudo na segunda parte da etapa. Aliás, nessa segunda metade do percurso estivemos perto do top-10. Mas ninguém pode negar que o Dakar 2018 não é apenas dos mais difíceis dos últimos anos. É, também, dos mais competitivos, com um plantel de pilotos e de automóveis de enorme valor.» afirma Carlos Sousa, referindo-se ao dia de hoje.

Seis dias e mais de três mil quilómetros depois da partida na cidade peruana de Lima, a chegada à Bolívia para o tradicional e tão desejado dia de descanso. O Dakar chegou a meio… Se a dureza e o grau de dificuldade dos percursos têm sido bem retratados em imagens e testemunhos, também há números que reforçam essa ideia. No caso de Carlos Sousa, a primeira semana representou qualquer coisa como 25h56m09s de tempo em especiais. Isto, para além do tempo que esteve ao volante do Duster para realizar os quase 1.700 quilómetros de ligações. É o Dakar! Um incontornável desafio para pilotos e máquinas. 40 anos depois, ainda uma grande odisseia.

Cruzando a fronteira e nesta etapa pilotos e navegadores mudam o “chip”, passando a ter que conviver secções diárias mais longas e trilhos de velocidade mais abundantes, com as dunas a desaparecerem da paisagem. Nesta etapa-maratona, terão que gerir o ritmo, pois qualquer passo em falso pode levar ao abandono, uma vez que não haverá assistência no final.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close