Home | Economia | Emprego | Salário de entrada no IKEA acima do salário mínimo
Salário de entrada no IKEA acima do salário mínimo

Salário de entrada no IKEA acima do salário mínimo

O IKEA Portugal anuncia que em 2022 o salário mínimo pago pela empresa aos trabalhadores que entrem para a empresa, passa de 700 para 750 €uros, valor acima do salário mínimo nacional.

Segundo o comunicado da empresa, este valor é superior ao Salário Mínimo Nacional (SMN), estipulado por lei em 705€ para 2022, e ao qual é adicionado o subsídio de alimentação, seguro de saúde, entre outros benefícios, mais um exemplo de como a marca de origens suecas valoriza o compromisso para com as suas pessoas através de uma oferta completa e relevante de compensações e benefícios, da qual o salário faz parte.

Na IKEA continuamos a trabalhar, diariamente, para sermos um empregador de excelência, para assegurarmos o bem-estar dos nossos 2.600 colaboradores e a estabilidade dos seus rendimentos. E, em paralelo, a promover, continuamente, um ambiente em que todos se sentem reconhecidos e valorizados, num espaço de trabalho seguro, saudável, inclusivo e igualitário. Neste novo ano, estamos muito felizes por aumentar significativamente o salário de entrada na IKEA Portugal, acima do legalmente em vigor, e a atualizar o pacote de benefícios à parentalidade, tão relevante hoje em dia”, comenta Cláudio Valente, People & Culture Manager da IKEA Portugal. “Acreditamos que com mais este passo, conjuntamente com outras empresas líderes do setor que já anunciaram movimentos semelhantes, continuamos a valorizar o retalho enquanto setor empregador de referência no país. Ao mesmo tempo, convidamos os decisores públicos a considerar medidas cada vez mais arrojadas para potenciar a melhoria dos níveis de vida e do poder de compra da maioria das famílias portuguesas.”, acrescenta.

Novas medidas IKEA para apoio à natalidade

Também em 2022 o plano de compensações e benefícios da IKEA, com especial atenção para a parentalidade, acaba de ser atualizado. Sabendo que ser pai ou mãe é um momento especial na vida de todos, a IKEA quer promover ainda mais a natalidade dos seus colaboradores e o equilíbrio entre as suas vidas pessoais e profissionais, apoiando-os nesta etapa. Neste sentido, acaba de reforçar os seguintes apoios:

O montante de “Ajuda de Nascimento”, para todos os colaboradores que se tornam pais biológicos ou por adoção, aumenta para 665 euros brutos (um aumento de 48% face ao ano anterior);
O programa “Passa mais tempo com o teu bebé” que dá a possibilidade de estender a licença parental (biológica ou por adoção) por mais dois meses, para além do período regular estabelecido pela Segurança Social, aumenta também o seu apoio mensal para 665 euros brutos (um aumento de 84% face ao ano anterior)

Benefícios iguais para todos os colaboradores

A adicionar a estas novidades, a IKEA continua a disponibilizar o One IKEA Bonus (sistema de bónus anual para todos os colaboradores, associado aos resultados de negócio) e o “TACK!” – uma contribuição adicional para as reformas de todos os colaboradores elegíveis. Neste caso, todos os colaboradores recebem o mesmo montante, proporcional às horas trabalhadas, independentemente do seu departamento, da sua posição ou do seu nível salarial.

Simultaneamente, os colaboradores continuam a contar com um conjunto alargado de benefícios sociais, como o seguro de saúde e de vida para colaboradores permanentes; restaurante de colaboradores com preços reduzidos; serviço médico nas lojas; acesso a um programa de emergência social interno; e, ainda, desconto especial na compra de artigos IKEA, entre outros.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.